Impressora 3D Odontológica, como escolher?

Impressora 3D Odontologia
6 minutos para ler

A tecnologia de impressão 3D veio para agilizar diversos processos na área odontológica. A personalização de qualquer projeto de impressão bem como os tipos de trabalhos (veja o que pode ser impresso) feitos com uma impressora 3D odontológica, fazem com que o setor dental seja um dos principais beneficiados pela tecnologia.

Fizemos este guia prático para ajudar na escolha da sua impressora 3D odontológica, para seu laboratório de prótese ou clínica.

Foto de um escaneamento 3D e da malha do Meshmixer

Qual tecnologia escolher?

As impressoras de resina (mais indicadas para a odontologia digital) variam em basicamente 3 tipos de tecnologia, LCD, DLP e SLA. Para explicar sobre essas tecnologias, pedimos para o Dr. DDS MSc Glauber Rama escrever sobre o assunto:

Impressoras 3D de filamentos

Nas impressoras 3D temos várias opções de tecnologias, entre elas: Impressoras por Extrusão (FDM) e Resinas de Cura por Luz (SLA / DLP / LCD).

As impressoras FDM de filamentos são as mais simples de serem construídas e seu princípio de funcionamento se baseia na deposição de material plástico na superfície da mesa de impressão.

Por outro lado, o problema dessa tecnologia de impressão 3D para a odontologia se dá justamente na precisão horizontal (Eixo XY), ao passo que o menor ponto de impressão possível é justamente o diâmetro do bico da extrusora, que em média varia de 300-400μm. Para a odontologia é um número bastante elevado inviabilizando a execução de um trabalho de precisão.

Impressoras 3D odontológicas de Resina de Cura por Luz

Ao pensarmos em pequenos objetos (que é o caso da Odontologia), impressoras de cura seletiva por luz se mostram mais eficientes e adequadas. Elas se utilizam de princípios de cura de Resinas 3D, sensíveis a um espectro de luz específico (385-405 nm). Tal tecnologia permite uma precisão no eixo XY que chega a valores micrométricos interessantes (37-80 μm) e resolução no eixo Z (vertical) de 10 mícrons.

Dentro desse grupo de impressoras de cura seletiva por luz, podemos citar os 3 subgrupos: Impressoras SLA Laser / DLP / LCD.

Os componentes que constituem esses equipamentos são parecidos (mesa de impressão, eixo Z + trilhos + motor, tanque VAT com película antiaderente FEP e unidade de luz). Nesse sentido, o grande fator diferenciador seria a forma como a luz é projetada sobre as camadas dos objetos.

As Impressoras SLA Laser possuem uma unidade à laser para cura das camadas. Essa unidade é responsável pela emissão de um feixe que, através de um jogo de espelhos, é direcionado ao longo de todo o objeto impresso.

Tal característica, por exemplo, fornece o principal aspecto desse tipo de impressora no que tange ao tempo de impressão: se o objeto a ser impresso for pequeno, o laser terá que percorrer uma pequena distância a cada camada e, consequentemente, o tempo de impressão final será menor. Caso a plataforma esteja preenchida por um grande objeto ou por vários deles, o tempo por camada será infinitamente maior culminando com uma impressão mais demorada.

No que tange ao grau de fidelidade e precisão, é eficiente, porém essas dificuldades inerentes ao grande tempo de impressão aliadas ao alto custo da tecnologia fizeram que esse tipo de impressora tenha perdido mercado frente às que serão citadas abaixo.

Impressoras 3D DLP/LCD

As impressoras DLP / LCD, por sua vez, tem sido as principais responsáveis pela popularização do processo de impressão, principalmente as últimas (LCD). Os componentes essenciais são iguais do ponto de vista construtivo, variando a forma como a luz é enviada aos objetos a serem impressos.

Tipos de imagem entre DLP e LCD na impressão 3D

Em ambas as tecnologias (DLP e LCD), a camada do objeto a ser polimerizada é feita de forma única. Independentemente se o objeto é pequeno, grande, se a plataforma está tomada por objetos ou vazia, o tempo de cura por camada será o mesmo. Em outras palavras, o tempo de impressão final dependerá do número de camadas que o objeto possui.

As impressoras DLP recebem esse nome pela abreviação do termo Digital Light Processing, trabalham por meio de um projetor que gera uma luz UV microprocessada de alta energia que é direcionada aos objetos por meio de um conjunto de lentes. Nesse sentido, esbarramos na barreira custo. Tal tecnologia associada a características construtivas fazem esses equipamentos atingirem cifras relativamente altas, não sendo muito acessíveis de forma geral. Além disso, o custo de peças, manutenção e resinas para sistemas fechados costuma ser elevado.

Impressoras LCD para Odontologia

Tendo em vista essa situação e tecnologias disponíveis, temos as Impressoras LCD. Utilizando uma tecnologia difundida, disponível em TVs e celulares, o uso do painel LCD e fonte de luz em LED-UV torna o modelo LCD acessível.

Contudo, não podemos colocar todas as impressoras LCD em um mesmo patamar pois a fonte de luz é apenas uma das variantes da equação que fazem um equipamento ser eficiente ou não. A utilização de fontes de LED específicas (como o ParaLED da linha Phrozen, que aumenta a eficiência e uniformidade de iluminação da plataforma para 96%) ou mesmo de LCDs monocromáticos (como os da linha Phrozen Sonic, que aumentam a eficiência da luz reduzindo os tempos de cura por camada em quase 5x) são características que nem todos os equipamentos possuem e interferem nitidamente no processo de impressão como um todo.

A qualidade construtiva do equipamento em si e dos seus eixos / trilhos de movimentação e estabilidade da plataforma de impressão são responsáveis pela confiabilidade do conjunto e qualidade da impressão em geral.

Eixo Z com trilho duplo
Diferença entre Eixo Z de trilho único e trilho duplo com estabilidade

Em conclusão, ao pesquisar sobre sua impressora 3D odontológica, pesquise sobre características construtivas para entender os diferentes patamares de preço e qualidade final das impressões.

Veja os diversos trabalhos com impressora Phrozen e resina Printax
Você também pode gostar

2 thoughts on “Impressora 3D Odontológica, como escolher?

Deixe um comentário