Dicionário da Impressão 3D: Tudo o que você precisa saber sobre o universo de impressão 3D!

7 minutos para ler

O universo de impressão 3D é relativamente novo no Brasil, mas já chama a atenção de profissionais da área odontológica, modeladores 3D e também entusiastas. A tecnologia de impressão 3D consiste na materialização de um modelo digital 3D, através da formação de sucessivas camadas. A impressão 3D permite a criação de peças mais complexas e com maior nível de detalhamento, mas existem muitas outras características únicas desse processo de impressão, por isso preparamos um guia com os termos essenciais para você não se perder no dia a dia, ou então para você que tem vontade de aprender um pouco mais sobre esse ramo da impressão.

Parâmetros: Cada uma das resinas 3D possui seus próprios parâmetros de impressão. Esses parâmetros existem porque as resinas 3D são fotossensíveis, possuindo sensibilidades diferentes aos raios UV, que são os responsáveis pela solidificação da resina, formando assim o modelo impresso.


Fatiador: O fatiamento é a etapa do processo de impressão onde, após a modelagem 3D ser finalizada, o arquivo é transformado pelo software fatiador em um arquivo GCODE. O software fatiador cria os padrões de parede, preenchimento, altura de camadas, suportes e outras configurações relacionadas ao modelo 3D que será impresso. Em inglês é chamado de slicer.


Pós Cura: O processo de pós-cura consiste na exposição da peça impressa aos raios UV, para que ela consiga atingir os resultados máximos de qualidade de vida e durabilidade da peça. Vale lembrar que esse processo é extremamente importante para evitar possíveis danos ao modelo impresso, pois uma peça não curada pode ter alterações mesmo depois de muito tempo após ser impressa.

Camada: No processo de impressão 3D, as impressões são realizadas uniformemente pela superfície da plataforma, onde várias dessas partes sobrepostas formam o modelo impresso, é o que chamamos de camada.


Elevação e Retração: São os nomes dados respectivamente ao processo de subida e descida da plataforma, pois conforme o decorrer da impressão, a plataforma repete esse processo várias vezes.


Suportes: Os suportes são peças sobressalentes adicionadas ao modelo, no software fatiador, para que que durante o processo de impressão, o modelo não altere sua posição, tombando ou pendendo para um lado, o que pode alterar o resultado final da impressão.


Raft: O raft é a base do modelo, é formado por uma camada sobressalente, que não faz parte da impressão, servindo como base para os suportes. O raft geralmente ocupa toda a área do modelo impresso, podendo ser uma base única ou individual, formando várias pequenas bases em baixo de cada suporte, que possuem em média 1 mm de espessura.


µm ou Microns: µm ou Microns é uma unidade de medida mil vezes menor que o milímetro (mm), é a principal unidade de medida no processo de impressão 3D, pois cada camada é formada por alguns mícron (1/1000mm) na maioria das impressoras 3D do mercado. No mercado atualmente, a impressora com tecnologia LCD com a melhor definição em microns é a Sonic MINI 8K, da Phrozen.


FEP e NFEP: FEP e NFEP são componentes essenciais utilizados na bandeja (tanque) de resina de todas as impressoras 3D do tipo LCD. Durante o processo de impressão, o filme FEP permite que a luz UV passe por ela e curando a resina líquida durante o processo de impressão. As diferenças entre eles são: O FEP é mais barato, enquanto o NFEP, por ser uma evolução do FEP, é mais durável e possui menor aderência (gruda menos), ajudando na estabilidade durante o processo de impressão.

Trilho: O trilho é a parte da impressora que realiza o processo de elevação e retração, sendo responsável pelo movimento da base. Algumas impressoras, como é o caso da Sonic Mega 8K, possuem o trilho duplo, dando mais estabilidade durante a impressão.


WW (Water Washable): Esse é o nome dado a categoria de resinas que foram criadas para serem lavadas em água, após o processo de impressão, não sendo necessária a utilização do álcool isopropílico. As resinas da linha WW PrintaX por exemplo, tem como outro grande diferencial o baixo odor.


Dureza Shore: A Dureza Shore é uma escala que tem como objetivo medir a resistência e resiliência de uma peça, identificando sua capacidade de se adaptar a deformações.


STL: O STL é o formato padrão para transmissão de dados no processo de impressão 3D, contendo os dados da peça ou objeto 3D que será impresso.


Exocad: O exocad é o software líder de mercado na área dental de modelagem 3D, ótimo tanto para principiantes quanto para usuários mais experientes.


Calibração: A calibração de equipamentos nada mais é do que a avaliação de erro de um equipamento de medição. Caso seja necessário, deverá ser aplicada a eventual correção dos parâmetros para estar de acordo com os níveis estabelecidos.


Viscosidade: é uma característica das resinas e outros líquidos que está relacionada com a sua habilidade de fluir. Quanto maior a viscosidade de um líquido (ou de uma solução) mais difícil o líquido flui e diz ser ele “viscoso”. No caso das resinas, quanto menor a viscosidade, a resina tende a ter um maior nível de detalhamento.

Velocidade e volume de impressão: São dois parâmetros que tem como objetivo medir, respectivamente, a capacidade de tempo e quantidade de peças que uma impressora 3D pode imprimir de uma única vez.


Eixo XYZ: Em um ambiente tridimensional, os eixos XYZ são referentes a medidas de altura(horizontal), largura(vertical) e profundidade, respectivamente.


Resistência Tensil: A resistência tensil é a unidade que mede a elasticidade e a resistência a flexão, ou seja, a resistência a deformações ao serem submetidas a ações externas.


LCD, DLP e SLA: São 3 tipos de tecnologias de impressão 3D, sendo eles o LCD (Liquid Crystal Display, um arranjo de LEDs filtra a luz emitida, criando os desenhos bidimensionais), o DLP (Digital Light Processing, faz uso de uma fonte luminosa que projeta a luz sobre uma espécie de ‘filtro’, esse processo permite que a passagem de luz aconteça somente nas áreas desejadas) e por fim o SLA (Stereolithography Apparatus’, faz uso de um laser direcionado por espelhos, que emite radiação luminosa polimerizando cada camada da resina líquida. Esse laser percorre a superfície do recipiente desenhando a seção horizontal de uma única camada e permitindo a criação de imagens de alta resolução).

Com todos esses termos e siglas o mundo da impressão 3D pode parecer algo complexo e difícil de aderir, por isso preparamos uma série de artigos que irão te ensinar tudo sobre o universo da impressão 3D.

Fique ligado no nosso blog e assine também o nosso newsletter para receber informações e dicas sobre impressão 3D e muito mais.

Você também pode gostar

Deixe um comentário